domingo, 3 de abril de 2011

Coloque a máscara e se olhe no espelho

Falo o que penso e incomodo. Minha boca não se fecha quando deve, exponho meus sentimentos, minhas emoções, sou completamente transparente. Completamente não. Escondo todos os segredos do mundo. As vezes o Arlequim coloca a máscara do Pierrot. As vezes o Pierrot tira a máscara do Arlequim. "Quem se importa?" - Pensa ele. Sou carente e me sinto auto-suficiente. Não me chame de bipolar, eu não sei o que é isso e provavelmente nem você. Tenho sonhos demais, pensamentos demais e sou impulsivo demais. Eu não era, mas enfim. Acho que repito as coisas demais, mas eu odeio repetição. Não tenho opinião formada e acho imaturo alguém falar que tem, esquece que não viveu nem metade da vida, um defunto pode falar que tem opinião formada. Caramba, eu gosto de falar coisas aleatórias.
No final sou emotivo, prepotente e arrogante.

Eu não escrevo aqui pra você ver o óbvio, eu escrevo pra você ver motivos. Escrevo aqui, pois preciso de um espelho, e todo mundo coloca suas máscaras e não sabem nem quem são.

5 comentários:

  1. Adoro sua prepotência e arrogância hihihi
    em forma de posts, ficam melhores ainda. Gostei da colocação da máscara e da sua inteligente falta de opinião e do que se tornou.

    E não são coisas aleatórias. No contextos, se encaixam perfeitamente junts - fazer isso é quase um dom.

    ResponderExcluir
  2. Por um momento esqueci que defuntos não falam. Ou não deveriam. Vocês superam.

    ResponderExcluir
  3. Essa intensidade toda me faz lembrar de alguém... Como disse em uma de nossas muitas conversas, eu gosto da sua verdade assim escancarada, por vezes incomoda, perturba, mas pelo menos eu sempre sei o que posso esperar de você: franqueza. Algo que me agrada; que me faz ter muita admiração por você, moço, afinal é preciso ter ousadia pra ser sincero em um mundo onde a honestidade demasiada quase nunca é vista com bons olhos. Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Tão impulsivo, tão sincero. Atropelando palavras e sentimentos...

    Não acho que o mundo precise de espelhos. Acho que o mundo precisa que as pessoas aprendam a olhar a própria imagem e reconhecê-la.

    ResponderExcluir
  5. Hoje no ponto de ônibus um mendigo começou conversar comigo, falando sobre a importância da honestidade, vou acabar escrevendo algo sobre isso, tenso. ahhaha
    obrigado Joy.
    Jay, o mundo não precisa, eu preciso, justamente pra aprender. A maioria das pessoas também. Obrigado. []

    ResponderExcluir