quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Eu sou

Eu sou o que desejo,
por isso eu sou amor
eu sou o que preciso
eu desejo o que não sou.

Eu sou o que eu preciso
por isso me dou valor
eu sou o que desejo
eu preciso o que não sou.

Eu sou luz,
eu sou escuridão
eu sou vida
eu sou dor.

Não há dor onde há luz,
não há vida na escuridão
entre a luz e a dor
escuridão e a vida

o que sou?

Cela, solidão.

Um comentário: