segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Brilho de ouro

Perdeu-se nas trevas de todas as eras,
rebanhado pelo brilho intenso do sol
percebeu, o garoto, pelo brilho do ouro
que as trevas nada mais eram
além da solidão de todas as gerações vívidas em regozijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário