sábado, 12 de maio de 2012

A lua sorriu para mim

Pensava que sentiria um abraço
e os espíritos murmuravam
pois tinha de seus deuses
um tótem em meus braços.

A lua sorriu para mim,
e afastara
alguns males que faziam
de todos um abismo...
      (...de sonhos...)
...sem fim.

Abraça-me.

Nenhum comentário:

Postar um comentário