sexta-feira, 8 de junho de 2012

Pressa

Estou sentado esperando o tempo
Pois pressa eu tenho e me contento
com a pressa que contenho.
Conto com a leveza da paciência que me perturba
Calma frieza de lentas corridas;
Pressa que tenho, eu
pela vida tão leve, calma e rubra.

Um comentário:

  1. Jogo antitético muito interessante, Pedro, que nos faz refletir por criar um paradoxo entre a pressa e o lento... lembra até nosso bom Guimarães Rosa, quando ele diz no GS:V "O mundo é muito misturado!".

    ResponderExcluir