sábado, 14 de julho de 2012

O ser e o mar, viver(?)

O grito do mestre mostra
o mastro, caído, quebrado.

No barco [sem mastro] embarco
no barco, sem casco!

Que barco?

Do barco do mastro caído,
quebrado e sem casco.

Sem barco, afundo no mundo
calado, molhado, bizarro do mar.

No mar, molhado, bizarro, calado
qualquer barco com mastro,
caído, quebrado, afunda...
na ausência do casco.

Que barco sem casco,
com mastro caído, quebrado
é barco em que embarco?

A vida, calada, pesada, bizarra
permite que navegue sem base na água?

A vida permite ensaios do nada?

Um comentário: