domingo, 19 de agosto de 2012

Meu luto é o sacrifício de toda vitalidade, agradando as paredes e esperando respostas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário